fechar× Entre em contato (71) 3480 8150 / Whatsapp (71) 98193 4241

“Tinder corporativo” aproxima profissionais em eventos e feiras

Funcionalidade de match, adicionada aos aplicativos, foi criada para estimular networking e geração de negócios em encontros 

Aforma como algumas pessoas iniciam um relacionamento mudou. Agora, algoritmos ajudam a aproximar quem tem gostos em comum por meio de aplicativos e, a partir disso, aumentam as possibilidades de sucesso nas relações. Transferindo essa tecnologia, que se popularizou nos últimos anos com o Tinder, para o mundo dos negócios, a startup “mobLee” adicionou, aos aplicativos que desenvolve para feiras e eventos corporativos, a função de “match”. O primeiro encontro a contratar essa funcionalidade foi o “IT Forum Expo 2017”, que acontece em novembro, em São Paulo. Mas o dispositivo já está disponível para outros eventos em todo o Brasil.

 

“A ideia é oferecer um recurso que facilite a interação entre os participantes de um evento”
André Rodrigues, CEO da mobLee


A tecnologia funciona com base em inteligência artificial e algoritmos avançados de recomendação. De acordo com a escolha dos participantes, sobre assuntos da sua preferência, o app faz uma busca para encontrar pessoas com os mesmos gostos e interesses. Para os eventos, a novidade faz parte da estratégia de marketing e do aprimoramento da experiência do participante. Dessa forma, quem busca por oportunidades de negócios pode se conectar mais facilmente com uma rede de pessoas com o mesmo propósito.

André Rodrigues, CEO da mobLee, explica que a ideia de implementar a funcionalidade de match nos aplicativos veio de uma necessidade do mercado. “Vivemos com sobrecarga de informações em nosso dia a dia. Em eventos isso não é diferente, especialmente nas relações de networking. Como se relacionar com mais de 8.000 participantes, por exemplo? Ou até mesmo entender quem são as pessoas mais indicadas ou mais alinhadas aos interesses de negócios? A ideia é oferecer um recurso que facilite a interação entre os participantes de um evento”, enfatiza Rodrigues. Leia a revista
Editorial, 10.NOVEMBRO.2017 | Postado em Mobile

Carregando...