fechar× Entre em contato (71) 3565-5583/ Whatsapp (71) 98193 4241

Gartner prevê: vendas de drones de uso corporativo crescerão 50% em 2020



As vendas mundiais de drones para uso corporativo integrados às redes de Internet das Coisas (IoT) chegarão a 526.000 unidades em 2020, o que representa um aumento de 50% em relação a 2019, segundo estimativa do Gartner. A previsão é de que as vendas globais anuais atinjam 1,3 milhão de unidades até 2023.

"O setor de construção é um dos primeiros a adotar os drones, o que faz com que o monitoramento de obras e construções seja o maior caso de uso atual das vendas em todo o mundo", diz Kay Sharpington, Analista Principal do Gartner. “Estima-se que as remessas para esse segmento atinjam quase 210.000 drones em 2020 e mais que dobrem até 2023, pois os drones estão assumindo tarefas como mapeamento de terreno e gerenciamento de terraplanagens, pois são mais rápidos e seguros para realizarem este tipo de tarefa.”

Para economizar custos ao pesquisar e analisar locais, a expectativa é que a relação entre o número de funcionários da área de construção nas obras diminua de 2.400 operários/drone utilizado em 2018, para 640 operário/drone em uso já em 2020.

A maior parte das aplicações são para vigilância e monitoramento devido à complexidade técnica de outros aplicativos. Em 2020, o segundo e o terceiro principais exemplos de uso de drones no mercado corporativo serão o monitoramento de serviços de incêndio e a investigação de seguros.


 
Notas: O Gartner prevê drones corporativos em mais de 25 casos de uso em seu banco de dados de Previsão da Internet das Coisas. Os totais podem não somar devido a arredondamentos.
Fonte: Gartner (dezembro de 2019) Leia a revista

Carregando...